Como Organizar Sua Rotina de Estudos

Como Organizar Sua Rotina de Estudos

Você já sentiu que apesar de estudar bastante não conseguia ter um aproveitamento do conteúdo estudado/revisado?

Ter um cronograma de estudos é o diferencial para fixar e acelerar o processo de aprendizagem, e na relação de bons hábitos de estudo.

Para montar um cronograma de estudos você deve observar sua rotina, seu tempo livre e respeitar seu horário de descanso. Dedicar-se totalmente aos estudos não significa passar 12 horas estudando e sim um cronograma onde você poderá aprimorar o aprendizado.

Na verdade, não há uma fórmula mágica para o cronograma perfeito, mas algumas dicas podem ser fundamentais e poderão ajudar muito na hora de criar o seu.

1. Defina sua Disponibilidade

Primeiramente, você precisa conhecer a sua rotina e listar todas as atividades do seu dia a dia (Ex: escola, esportes e lazer). Só a partir daí é possível saber quanto tempo livre você terá apenas para estudar.

Durante esse processo, abrir mão de algumas coisas pode ser inevitável: você terá que dizer alguns “nãos” e definir prioridades.

2. Estabeleça Objetivos

Defina quais são os seus objetivos principais e descubra o que é necessário para chegar lá. Procure ter seus objetivos sempre em mente e, se possível, escreva-os no todo do seu plano de estudos para você manter o foco.

3. Montando o Plano

É fundamental montar um plano de estudos que seja capaz de cumprir.

Uma dica interessante é estruturar os seus estudos de maneira semanal, e a partir daí, você poderá fazer uma autoanálise para identificar o que você precisa melhorar para identificar o que precisa melhorar para a próxima semana. Quando as metas semanais estiverem sendo alcançadas, você pode estar definindo metas mensais.

Não se esqueça de fazer a autoanálise no final do período determinado.

4. Escolhendo as Matérias

Monte sua rotina de acordo com as matérias já estudadas em sala de aula. Os finais de semanas podem ser utilizados para focar nas revisões e na resolução de exercícios de provas antigas, por exemplo.

A definição do tempo de estudo para cada matéria é muito importante.

Lembre-se que as disciplinas que você tem mais dificuldades devem demandar mais tempo do seu cronograma.

Algumas pesquisas apontam que o máximo que você consegue se manter focado são 90 minutos. Por isso independente das matérias, pense num intervalo. Uma sugestão é colocar 1 hora de estudos seguidos por 10 minutos de intervalo. Nos dias com menos tempo disponível, você pode reduzir o tempo para 30 minutos de estudo e 5 minutos de intervalo.

A ordem que as disciplinas devem ser colocadas no cronograma diário e será da que você tem mais dificuldade para as mais fáceis.

Matemática e Física utilizam conhecimentos parecidos, e quando colocadas juntas, podem otimizar o aprendizado. O mesmo acontece com Geografia e História.

A resolução de exercícios é essencial para a fixação do conteúdo. Você pode optar por fazer junto ao estudo da matéria. Outra opção é deixar alguns para fazer nos finais de semana como forma de revisão.

Atenção!!!!

Seja Flexível

O cronograma que você criar não precisa necessariamente ser mantido o ano todo: pode haver alterações para melhorá-lo ou mesmo para não deixar a rotina enjoativa.

Você pode colocar no seu cronograma de estudos, formas de estudo que saiam do convencional (livros, apostilas e exercícios), como videoaulas e os materiais disponibilizados on-line, por exemplo. Além disso, você pode aproveitar o tempo de descanso para ler um livro ou assistir que te ajudarão de maneira indireta nos estudos.

5. Pense em você

Saiba que cansaço é normal, mas o desânimo e o estresse não são. Se você não estiver saudável pode comprometer, inclusive, os seus resultados nas provas. O seu cronograma deve respeitar suas horas de sono, a alimentação, os exercícios físicos e até mesmo  momentos de lazer.

Agora que você já aprendeu como organizar a criação do seu cronograma de estudos, mãos a obra e BONS ESTUDOS!!!

 

Fontes:

https://www.coc.com.br/blog

https://guiadoestudante.abril.com.br